O esperar da Bíblia é diferente do esperar da fila do banco ou da padaria. O esperar no sentido popular é estar parado. O esperar no se...

Esperar A Esperança


O esperar da Bíblia é diferente do esperar da fila do banco ou da padaria. O esperar no sentido popular é estar parado. O esperar no sentido bíblico é estar em comunhão ativa com o céu, orando, consagrando e louvando. Não que este seja um preço para o objeto esperado. O preço já foi pago por Cristo. Se eu estiver em comunhão ativa com o céu – ligação direta com o trono da graça – é porque creio na promessa avalizada por Ele. Se me aproximo de Deus, também devo crer que ele existe, e que é presenteador dos que o buscam. (Hb 11.6)
Mas há momentos tão escuros na vida, que a Bíblia manda esperar pela esperança. (Gl 5.5)
E o que é esperar pela esperança?
Esperar pela esperança é olhar para frente e esperar as promessas de Cristo em todos os aspectos da vida e da eternidade. 

Paulo diz: “Porque nós, pelo Espírito, aguardamos a esperança da justiça que provém da fé” (Gl 5.5). 

Ora, se não podemos ver algo e mesmo assim esperamos, não poderia isto ter outro nome, senão a “justiça que provém da fé”. Não depende de mim mesmo, das minhas habilidades ou merecimentos. Não depende do meu trabalho, já que estou esperando uma esperança que foi oferecida pela fé. Não trata-se do que eu vou fazer para Deus, mas é o que Deus fez por nós em Cristo Jesus. E já está feito. Ainda que no presente eu atravesse uma escura noite de incertezas e temores, estou aguardando uma promessa tão clara como o sol ao meio dia. 

“O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer”. (Sl 30.5) 

Até pode parecer que Paulo em sua carta, Davi em sua canção ou eu em meu artigo estamos evadindo para o futuro. Muito pelo contrário. A esperança afiançada por Cristo não é uma miragem do futuro, mas uma realidade futura. A promessa de Deus é tão real que, mesmo em meio às densas lutas, conseguimos adorar a Deus, por ter assegurada a vitória. É uma tomada de posição no presente. 

Uma pessoa na esfera natural primeiro vai querer saber o preço, se pode bancá-lo ou não. Mas aquele que espera pela fé sabe que o preço já foi pago (na cruz do calvário).
Se nestes momentos de lutas, estas noites escuras da vida, pudermos viver e celebrar cada momento, crendo e aguardando pela esperança, vamos ser contemplados com o brilho das estrelas. De fato a beleza das estrelas só é vista quando a noite chega! Sim estas estrelas brilham sobre todos, mas nem todos conseguem parar e se deleitar com o seu brilho, a sua constância, a sua mensagem. Transforme este momento de crise em momento de superação, esperando pela Esperança. 

Se o mundo diz que a esperança é a última que morre, a nossa já morreu... e ressuscitou, e vive para todo sempre. Ainda que cesse o brilho das estrelas, mais as promessas do Senhor Jesus vão brilhar. Bom dia a todos!