Há um acontecimento que, aparentemente, tinha tudo para ser a maior tragédia do mundo:  -“E, chegada a hora sexta, houve trevas s...

A cruz tinha tudo para ser a maior tragédia da humanidade



Há um acontecimento que, aparentemente, tinha tudo para ser a maior tragédia do mundo: 

-“E, chegada a hora sexta, houve trevas sobre toda a terra até a hora nona. E, à hora nona, Jesus exclamou com grande voz, dizendo: Eloí, Eloí, lamá sabactâni" que, traduzido, é: “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste”. (Marcos 15. 33 e 34)

O Senhor Jesus agonizava pregado a uma cruz, foi açoitado, cuspido e humilhado, recebia a pior condenação que um ser humano poderia receber, todos quantos eram pendurados no madeiro eram considerados malditos, eram a escória da sociedade. Com este tipo de execução, os romanos pensavam limpar a sociedade daqueles que consideravam venosos tanto para a comunidade como para o sistema, e Jesus foi, portanto, considerado um lixo a ser descartado.
Aquilo era inimaginável para seus discípulos, parecia ser a maior tragédia do mundo, ver seu mestre exposto daquela forma. Imaginem a dor e a frustração daqueles que seguiam a Jesus, imagine o tamanho da angústia que se apoderou do coração de sua mãe, Maria.
Fico imaginando o tamanho da dor que Deus sentia no momento que entregava seu filho na cruz do calvário, pois se privou daquele instante, e o evangelho não esconde o clamor de Jesus: 
-Deus Meu, Deus Meu, porque me desamparaste? 
A tragédia parecia ser tão aguda, que o próprio Deus privou-se daquela cena angustiante, fato que de longe demonstra que a cruz tinha tudo para ser considerada a maior tragédia do mundo, mas o que parecia aos olhos humanos ser insuperável, Deus fez ser a maior bênção para toda a humanidade.
Os discípulos não podiam compreender. As pessoas próximas a Jesus e seus seguidores também não podiam entender. Mas Deus descortinou o mistério, e hoje podemos glorificar a Deus pelo sacrifício da cruz. Podemos ver o sacrifício da cruz de uma forma completa e terminada. A grande obra que Deus realizou por amor do seu povo. Na cruz, Jesus nos reconciliou com Deus. E porque Jesus ressuscitou, nós juntamente com ele vivemos em novidade de vida. Mattew Henry nos explica com as seguintes palavras:

"Durante as três horas que continuaram as trevas, Jesus esteve em agonia, lutando com as potestades das trevas e sofrendo o desagrado de seu Pai contra o pecado do homem, pelo qual agora oferecia sua alma. Nunca houve três horas como essas desde o dia em que Deus criou o homem na terra, nunca houve uma cena tão tenebrosa e espantosa; foi o ponto sem retorno desse grande assunto, a redenção e salvação do homem."

A Resposta para nossa dor é a cruz. Deus saiu de sua imunidade à dor quando nos visitou em Jesus Cristo. Quando viveu a nossa dor, e comeu a dor e o sofrimento do mundo inteiro na cruz. Na angústia de nossa alma, na perplexidade das tragédias que nos assolam, precisamos conhecer Jesus. Nele encontramos resposta. Aceite Jesus como único Senhor e Suficiente Salvador.