Estudo bíblico, mensagem, reflexão e fé

Estudo bíblico, mensagem, reflexão e fé


5 efeitos nocivos de viver em busca da aprovação dos demais. Existe um orgulho capaz de dominar o nosso coração e nos induzir ao erro. ...

5 efeitos nocivos de viver em busca da aprovação dos demais.

5 efeitos nocivos de viver em busca da aprovação dos demais.
5 efeitos nocivos de viver em busca da aprovação dos demais.


Existe um orgulho capaz de dominar o nosso coração e nos induzir ao erro. E é um grande erro quando tudo o que eu faço visa receber aprovação dos demais. 

E pior ainda é quando começamos a classificar as outras pessoas com o mesmo critério. Não podemos  julgar grande aquele que aparece, mas aquele que cumpre o propósito da sua vida.

Paulo entendia o valor de se viver para agradar a Deus

“Mas, como fomos aprovados de Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações.” (I Ts 2.4)

Entender isto faz toda a diferença:

A grande verdade é que não dá tempo para viver tudo que as pessoas esperam de mim. Nem um milhão de vidas seriam suficientes. Mas você pode ter certeza que há tempo suficiente para viver tudo o que Deus espera de você.


1° efeito nocivo de viver em busca da aprovação dos demais.


O primeiro efeito, naturalmente, é desviar a pessoa da vontade de Deus. Isto é nocivo porque gera a morte espiritual. Se estivermos fora da vontade de Deus, nosso alvo vai ser comprometido. Este é o conceito da palavra pecado: – errar o alvo. E o salário do pecado é a morte. 

Se o seu foco é se tornar aquilo que as pessoas esperam que se torne, você não vai ter tempo para se tornar o que Deus sonhou para você. (1 Ts 2.4)


2° efeito nocivo de viver em busca da aprovação dos demais.


O segundo efeito nocivo da busca por aprovação é que ela impede o crescimento da fé. Se eu tenho medo da desaprovação, logo vou querer evitar correr este rico. Na estabilidade a fé não pode crescer. Se não há riscos não se faz necessário fé.

— “Como podeis vós crer, recebendo honra uns dos outros, e não buscando a honra que vem só de Deus?” (Jo 5.44)

Qualquer coisa que for a mais importante da sua vida se torna o seu deus. Se as opiniões dos outros valem mais para você do que os planos de Deus – não está servindo ao verdadeiro Deus. 

George Miller asseverou nunca ter feito um pedido a Deus que não fosse atendido, mas também nunca fez um pedido a Deus sem ter certeza que era da vontade de Deus. 

Se eu tenho esta convicção bem firme em minha vida, não haverá críticas ou riscos que poderão me deter. Eu confio em Deus e isto me basta.

— “O temor do homem armará laços, mas o que confia no SENHOR será posto em alto retiro.” (Pv 29.25)


3° efeito nocivo de viver em busca da aprovação dos demais.


O terceiro efeito nocivo da autopromoção tem haver com o ciclo de pecados que se estabelece. Você sempre estará envolvido em novos pecados ao se deixar influenciar pelos demais. Até chegar ao ponto da calcificação da consciência, quando não mais sentirá o pecado.

— “Não seguirás a multidão para fazeres o mal; nem numa demanda falarás, tomando parte com a maioria para torcer o direito.” (Ex 23.2)


4° efeito nocivo de viver em busca da aprovação dos demais.


O quarto efeito nocivo da busca por aparecer é se tornar um hipócrita. É quando as pessoas abrem mão de sua fé e valores em nome do que é politicamente correto. 

A origem da expressão “hipócrita” é grega – os atores em suas peças teatrais interpretavam mais de um personagem, trocando apenas a máscara. 

Quem vive em troca de aprovação muda de máscara ao sabor do momento, circunstâncias e do público. Depende da panelinha onde está. É o que chamam também de jogo de cintura. 

O que importa é crescer no meio. Assumir “status” e grandes estruturas faz algumas pessoas pensarem ter sucesso, mas para Deus são abomináveis. O Senhor Jesus não poupou esta classe: 

— “E disse-lhes: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece os vossos corações, porque o que entre os homens é elevado, perante Deus é abominação.” (Lc 16.15)


5° efeito nocivo de viver em busca da aprovação dos demais.


 O quinto efeito nocivo de viver para agradar pessoas é que isto silencia a mensagem da minha vida. Deus não nos chamou para sermos ecos proféticos, mas sim vozes proféticas na terra.

— “Apesar de tudo, até muitos dos principais creram nele; mas não o confessavam por causa dos fariseus, para não serem expulsos da sinagoga. Porque amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus.” (Jo 12.42,43)

Não existe uma denominação ou instituição humana nesta terra que não possa corromper-se. O tradicionalismo de muitos grupos religiosos – tal qual nas sinagogas judaicas dos tempos de Jesus – se repetem hoje em muitas congregações. 

Por mais linda que seja a história da sua igreja, ela não pode viver de ecos para sempre.

— “Tradicionalismo é a fé morta dos que ainda vivem. Tradição é a fé viva dos que já morreram.” (Nikolai Berdiav)

Grandes avivamentos impactaram diferentes gerações nestes dois mil anos. E grandes movimentos ostentam suas catedrais para dizer que algo um dia aconteceu. Mas a igreja que cumpre propósito é aquela que pode dizer:

— Algo está acontecendo agora! Em nossos dias!

Oh Glória!!!

Para isto há de se ter muita ousadia para desafiar o tradicionalismo e voltar à essência da fé cristã. Mas não se preocupe. Nem Deus agrada todas as pessoas. 

Não dependemos da aprovação alheia para sermos felizes. Alguns tópicos podem parecer tão importantes para determinado grupo, mas isto é temporário e passageiro. A eternidade o mostrará. 

Eu vivo para agradar uma pessoa apenas – e para ela vou prestar contas de tudo o que fiz na terra. Que possamos de fato ter o Senhor como a tônica mais forte de nossa vida.

Você foi abençoado com esta palavra? Ajude-me a expandir o alcance deste trabalho. Sua oferta é muito importante. Saiba como contribuir AQUI.


Conheça os meus livros AQUI