Conta-se que num rio muito turbulento, ouviu-se uma agitação. “-Socorro! O menino está morrendo”! “-Será que é meu filho”? As mães ...

Ele se jogou em águas turbulentas para salvar uma vida



Conta-se que num rio muito turbulento, ouviu-se uma agitação.
“-Socorro! O menino está morrendo”! “-Será que é meu filho”? As mães perguntavam atônitas. Mas havia entre eles um rapaz, ótimo nadador, que rapidamente amarrou uma corda na cintura e disse: “-Vou busca-lo, segurem a corda”! Pulando nas águas turbulentas do rio, encontrou a criança ainda viva. A multidão na barranca estava apavorada. Com muita dificuldade ele conseguiu agarrar o menino. E todos foram tomados de grande alívio. Mas o jovem nadador, esgotado, gritou:

“-Puxem a corda!”

Para horror de todos, perceberam que ninguém segurou a corda. Cada um pensou que o outro iria fazê-lo. E duas vidas foram levadas pelas correntezas impetuosas daquele rio. Da mesma forma, quando um missionário se joga nas águas turvas e turbulentas de um campo, precisa da igreja segurando a corda. Não importa se estamos dentro do rio ou na margem segurando a corda. Precisamos fazer aquilo para o qual fomos chamados – Missões. Se omitir desta responsabilidade está fora de questão.



Se preferir a versão impressa é só entrar em contato comigo via whatsapp (43) 99639-0146
FRETE GRÁTIS
R$20,00