Os 6 itens da armadura de Deus e o seu significado


Os 6 itens da armadura de Deus e o seu significado

Os 6 itens da armadura de Deus e o seu significado
Os 6 itens da armadura de Deus e o seu significado

Há uma batalha acontecendo no mundo espiritual neste instante. E queiramos ou não, somos parte nesta disputa. Em Efésios 6 – Paulo nos coloca a par desta realidade. A grande questão é:

 
– Deixar a vida me levar ou me equipar como um bravo soldado de Deus? 

Neste artigo, entretanto, quero me ater ao significado de cada um dos 6 itens da armadura de Deus segundo escreveu Paulo.


“Portanto, usem cada peça da armadura de Deus para resistir ao inimigo sempre que ele atacar e, quando tudo estiver acabado, vocês ainda estejam de pé.” (Ef 6:13)

1° item da armadura de Deus e o seu significado.

O cinturão

Este era um largo cinturão de couro com a função de proteger o soldado dos golpes baixos. Também tinha a função de manter as outras partes da armadura bem firme.

O cinturão da verdade (Ef 6.14)

O nosso inimigo tem usado o golpe baixo da mentira desde o Jardim do Éden. Ele mentiu para Eva, insinuando que Deus seria um grande estraga prazer e que ela não precisava fazer tudo do jeito dele. Jesus disse que Satanás é o pai da mentira. Toda vez que alguém vai cometer um pecado, arruma antes algo que justifique aquela prática para sua consciência amortecida. Isto se chama racionalizar o erro. Vivemos em uma geração onde os valores foram invertidos. O errado é chamado de certo, e vice versa.

“Ai daqueles que ao mal chamam bem, e ao bem, mal, que mudam as trevas em luz e a luz em trevas, que tornam doce o que é amargo, e amargo o que é doce!” (Is 5.20)

Jesus é a verdade absoluta que nos protege dos golpes baixos da mentira. Sem a verdade, os outros itens da armadura de Deus não se sustentam. 

"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade." 
(2 Co 13:8)

A mentira me torna vulnerável. O primeiro ataque do Diabo contra você sempre será o golpe baixo da mentira. Se revista da verdade da Palavra de Deus.

2° item da armadura de Deus e seu significado.

A couraça

Essa couraça era um tipo de colete de couro ou de metal que protegia a parte superior do corpo. Sua proteção, portanto, abrangia os órgãos vitais do ser humano. 

A couraça da justiça (Ef 6.14)

O pecado atenta contra a vida.

“A alma que pecar, essa morrerá” (Ez 18.20)

“O salário do pecado é a morte” (Rm 6.23)

Cristo cumpriu a condenação que pesava contra nós. E morreu em nossa lugar. O viu metal que transpassou seus órgãos vitais fez verter seu sangue como paga pela nossa dívida. Cristo nos justifica perante Deus.

“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”. (2 Co 5.17)

Jesus também explicou que o Diabo veio para matar, mas ele para dar vida, e vida com abundância (Jo 10.10)

A justiça de Deus garante a nossa vida. A couraça da justiça nos protege do acusador de nossas almas.

3° item da armadura de Deus e seu significado.

O calçado

O soldado romano usava uma espécie de bota que o fazia marchar mais firmemente por longas distâncias. Ela era chamada de caliga. Era uma bota baixa de cano curto, sola maciça e cobertura perfurada.

O calçado do evangelho da paz (Ef 6.15)

“Que formosos são sobre os montes os pés do que anuncia as boas-novas, que faz ouvir a paz…” (Is 52.7)

A batalha espiritual não é completa se não estamos dispostos a levar a Palavra de Deus. Se estamos abençoados em Cristo, precisamos nos esforçar para que outros possam receber esta abençoadora palavra.

A Paz aqui diz respeito ao nosso relacionamento com Deus.

“Antes vocês estavam separados de Deus e, na mente de vocês, eram inimigos por causa do mau procedimento de vocês. Mas agora ele os reconciliou pelo corpo físico de Cristo, mediante a morte, para apresentá-los diante dele santos, inculpáveis e livres de qualquer acusação, desde que continuem alicerçados e firmes na fé, sem se afastarem da esperança do evangelho, que vocês ouviram e que tem sido proclamado a todos os que estão debaixo do céu. Esse é o evangelho do qual eu, Paulo, me tornei ministro”. (Cl 1:21-23)

Uma vez reconciliados com Deus, desfrutando desta indescritível paz em nossa alma – como ficaremos indiferentes às multidões sem Deus?

Calçar essa bota significa estar capacitado para exercer nossa chamada na obra de Deus – seja você um voluntário ou ministro de tempo integral.

4° item da armadura de Deus e seu significado.

O escudo

Paulo se refere a um escudo grande usado pelo legionário romano. Poderia ser um talher de couro ou uma placa de metal. Deveria ser capaz de deter os dardos de fogo que eram lançados pelo inimigo.

O escudo da fé (Ef 6.16)

Não existe poder capaz de derrotar aqueles que creem em Jesus. Absolutamente nada pode separá-los do amor de Deus revelado em Jesus. (Rm 8.31-38)

O poder da fé é capaz de não apenas deter, mas apagar as flechas incendiárias de Satanás. 

Uma flecha é uma arma traiçoeira, rápida e mortal. Por isto o soldado em batalha precisa manter seu corpo atrás do escudo.

Como adquirir este escudo?

“A fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus” (Rm 10:17)

Note que não é ouvir a palavra, mas ouvir pela palavra. Isto dá a ideia de um escudo ou um filtro. Se o mundo está dizendo que não tem mais jeito – ouvindo pela palavra você entende que tem jeito sim. Que poderoso escudo contra os ataques de nosso inimigo. Fortaleça a sua fé ouvindo e lendo a palavra de Deus.

5° item da armadura de Deus e seu significado.

O capacete

Chamado de elmo romano, este capacete podia ser de couro, bronze ou ferro.

O capacete da salvação (Ef 6.17)

Em 1Ts 5.8 Paulo explica que está falando do capacete da esperança da salvação. 

É interessante notar que durante as jornadas o soldado não usava o pesado capacete. Portanto tomar o capacete significava dizer que uma batalha já ia começar. Um soldado usava o capacete na esperança de se salvar dos ataques hostis.

A esperança da salvação é bíblica e de grande valia nos momentos sombrios em que somos alvejados por Satanás.

O mesmo Paulo diz em Rm 8.1:

“PORTANTO, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.”

A certeza da salvação é uma garantia de Deus para aqueles que “agora” estão em Cristo Jesus. Ao entrar em um ônibus estou predestinado ao destino descrito no seu itinerário. Se no decurso da viagem eu resolver descer e ficar, logicamente não vou chegar ao lugar predestinado. 

Mas agora eu devo ter a certeza da minha salvação – pelos méritos de Cristo na cruz. (1Pe 2.24)

6° item da armadura de Deus e seu significado.

A espada

Esta é a única a arma ofensiva do conjunto militar citado por Paulo.

A espada do espírito (Ef 6.17)

“E fez a minha boca como uma espada aguda, com a sombra da sua mão me cobriu; e me pôs como uma flecha limpa, e me escondeu na sua aljava;” (Is 49:2)

Há uma diferença significativa entre falar as minhas palavras e proferir a Palavra de Deus. O mundo veio a existir pelo poder de sua palavra. Ela é afiada e penetrante. Pode alcançar as recâmaras mais íntimas da alma humana – a divisão da alma e do espírito.

E esta espada como diz Paulo – é do Espírito. Apenas ele convence o ser humano do pecado, da justiça e do juízo. (Jo 16.8)

“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”. (Hb 4:12)

Devemos potencializar a proclamação desta palavra por todos os meios, e o seu fruto será gerado pelo meigo Espírito Santo.

Soldados de Deus

Concluímos que somos soldados, mas não em defesa de Deus, pois ele não precisa ser defendido. Pelo contrário, cada item de nossa armadura espiritual foi dado por ele para nos proteger das astutas ciladas de Satanás – e para alcançarmos outras pessoas para Cristo.
Portanto, seja um soldado valoroso.

Você foi abençoado com esta palavra? Ajude-me a expandir o alcance deste trabalho. Sua oferta é muito importante. Saiba como contribuir AQUI.


Conheça os meus livros AQUI

Eu te aviso por email quando escrever um artigo novo

Universidade da Bíblia