Alguns ministros de louvor garganteiam assim: — “Não gostou do culto? Que me importa? O culto é pra Deus mesmo, não é pra você”! Por ma...

Porque o ministro de louvor precisa cantar com excelência?


Alguns ministros de louvor garganteiam assim:
— “Não gostou do culto? Que me importa? O culto é pra Deus mesmo, não é pra você”!
Por mais vigorosa que pareça esta afirmação, tem uma premissa falsa, e não resiste ao menor escrutínio bíblico. O culto é uma liturgia do Antigo Testamento que se cumpre em cada cristão   – vinte e quatro horas por dia – não apenas em uma reunião. Já as reuniões que costumeiramente chamamos de culto tem objetivos horizontais: Proclamação e Edificação.
É claro que nossas reuniões devem glorificar a Deus, assim como todo o nosso dia: “fazei tudo para glória de Deus”. (1 Co 10.31). Mas a motivação original de uma reunião cristã é promover a edificação das pessoas: 

“Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação”. (1 Co 14.26). 

Também deve haver proclamação eficiente do Evangelho às pessoas indoutas sobre nossa fé. (1 Co 14.23-24; At 4.13). Sem Proclamação do Evangelho e Edificação da igreja, vamos simplesmente engrossar as fileiras dos religiosos de plantão    – que cultuam suas próprias tradições. João é enfático: 

“Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?” (1 Jo 4.20) 

E se nossa liturgia não comunica às pessoas, que podemos ver, vamos ficar achando que Deus, a quem não vimos, está contente? Tudo é para glória de Deus, mas o objetivo de nossas reuniões está claro no Novo Testamento: - promover a comunicação do Evangelho.
 Repete-se constantemente:
-“Eu não ensaiei...; Eu estou afônico hoje...; Eu não conheço bem essa música ainda...; Eu sou desafinado...; Mas é para Deus que eu vou cantar”. Então cante no banco, ofereça sua adoração a Deus junto com a igreja no período de louvor congregacional, mas não vá se apresentar no púlpito sem estar devidamente preparado. Em Jeremias 48.10 Deus conclama uma ação militar contra os moabitas, e disse que seriam malditos aqueles que não cumprissem sua tarefa com diligência: 

“Maldito aquele que fizer a obra do SENHOR relaxadamente”!

Marcio Markkx, professor do curso Os Pilares do Canto diz o seguinte:

"Eu acredito que qualquer pessoa possa aprender a cantar, quando recebe as técnicas corretas e as explicações de forma descomplicada."


Confira algumas técnicas musicais eficazes para quem canta na igreja. CLIQUE AQUI.

Segredos do Obreiro Aprovado - 

Adriano Alves - Missão Editorial

Utilizado em seminários de obreiros e grupos de estudo - esse livro mostra os métodos de Jesus e seus apóstolos e como aplicá-los em nossa geração. Versão e-book - 62 páginas - por apenas R$3,90.

 VER PRODUTO