Estudo bíblico, mensagem, reflexão e fé

Estudo bíblico, mensagem, reflexão e fé


4 princípios da Bíblia para vencer na crise 4 princípios da Bíblia para vencer na crise Jesus não veio enganar o mundo com uma mensag...

4 princípios da Bíblia para vencer na crise

4 princípios da Bíblia para vencer na crise

4 princípios da Bíblia para vencer na crise
4 princípios da Bíblia para vencer na crise

Jesus não veio enganar o mundo com uma mensagem torrão de açúcar. Sua pregação, por mais que escandalize o mundo, situa cada pessoa na realidade da vida. Aqui na terra precisamos superar crises. 


Ao mesmo tempo, o Senhor Jesus anuncia a chegada de um reino cujo poder nos dá força para vencer as crises que nos assolam.


“Aqui na terra vocês terão muitos sofrimentos e tristezas; mas tenham ânimo, porque Eu venci o mundo". (Jo 16.33)

Ao contrário do aviso bíblico – a grande maioria das pessoas é preparada na vida apenas para conquistar, mas não sabe o que fazer diante da frustração e da crise.

Através da  temos ferramentas poderosas para triunfar, mesmo diante das mais difíceis crises.

“Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.” (João 5.4)

Eu quero trazer neste momento 4 princípios da Bíblia para superar as crises que todos nós vivemos na vida.


1. NÃO ACUSE A DEUS

A primeira coisa que as pessoas tendem a fazer diante de uma crise é acusar ao Senhor.

“Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta”. Tg 1.13

A palavra tentado no original grego é “πειραζω” –  peirazo – tentado, provado, atribulado. Este texto bíblico quer dizer que nenhuma tentação, provação ou tribulação pelo mal vem de Deus.

“Portanto, não se deixem enganar, caros irmãos. Mas tudo quanto é bom e perfeito nos vem de Deus, o Criador de toda luz, e que resplandece para sempre sem mudança nem sombra”. (Tg 1:16,17)

Dizem que tudo o que acontece nesse mundo foi porque Deus quis. As pessoas acusam a Deus das piores atrocidades.
Mas a Bíblia diz que foi o Diabo que veio roubar, matar, e destruir.

Jesus diz:

“eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância”. (Jo 10.10)

O que causa a crise?

             DIABO
             CIRCUNSTÂNCIAS
             QUEBRA DE PRINCÍPIOS

Assim como a maioria das pessoas respeitam a lei da gravidade, precisamos saber que existem princípios espirituais.

Quando ficamos magoados com Deus estamos sendo muito injustos. Deus não tem culpa nenhuma por nossas crises. Precisamos pedir perdão a Deus por acusá-lo.

Quando ficamos magoados com Deus nos afastamos do único que pode mudar a história de nossa vida.


2. APRENDA COM OS TRATAMENTOS DE DEUS

Ainda que a crise não tenha origem em Deus, a Bíblia nos revela que ele pode usá-la para o nosso próprio bem. Deus é especialista em pegar um limão e fazer uma deliciosa limonada.

“E sabemos que tudo quanto nos acontece está operando para o nosso próprio bem, se amarmos a Deus e estivermos nos ajustando aos planos dele”. (Rm 8.28)

Devemos aprender com as nossas provas, porque se formos reprovados vamos entrar em círculo vicioso de causa e consequência. Errar é humano mas persistir no erro é burrice. Como ter resultados diferentes fazendo sempre do mesmo jeito? Vale a pena provar e ver que o Senhor é bom.

3. FIQUE LONGE DE TODA MURMURAÇÃO

Murmurar é reclamar, questionar, resmungar... este é um poderoso destruidor da . A murmuração leva você para o centro da crise.

As vezes algo amargo parece mal, mas Deus sabe quais são os seus benefícios para nós. Leia esta história:

“Depois Moisés fez os israelitas saírem da praia do mar Vermelho. Foram para o deserto de Sur. Ali andaram três dias sem achar água.
Finalmente chegaram em Mara e acharam água lá. Mas não puderam beber a água porque era amarga. Por isso aquele lugar levou o nome de Mara, que quer dizer. "Amargor".
Aí o povo resmungou contra Moisés. "Vamos ter de morrer de sede? ", muitos diziam.
Moisés pede ajuda ao Senhor, e o Senhor lhe mostrou uma árvore - Moisés jogou a árvore na água, e a água se tornou doce. Em Mara o Senhor quis provar a disposição do povo para com Ele. Para isso, impôs estas condições:
“Se vocês derem atenção à voz do Senhor seu Deus - se obedecerem ao que eu disser, fizerem o que eu acho certo, e guardarem os meus mandamentos - contem com a minha bênção. Não deixarei que vocês sofram nenhuma das doenças que mandei aos egípcios. Eu sou o Senhor que dá saúde a vocês.” (Ex 15:22-26)

Porque as águas eram amargas?


Porque estavam cheias de minerais medicinais.

             Dulamite: Ótimo para regular as batidas do coração, especialmente para quem iria caminhar muito como eles.

             Magnésio: Muito bom para problemas intestinais. No Egito o rio Nilo era imundo, e as pessoas viviam cheias de parasitas. 

Tem muita gente que saiu do sistema mundano, mas ainda tem parasitas do mundo no coração.

Precisamos louvar a Deus em todas as situações porque temos um pai que sabe qual a hora do remédio amargo.

4. PERSISTA NA FÉ E TENHA ALEGRIA


“Queridos irmãos, a vida de vocês está cheia de dificuldades e de tentações? Então, sintam-se felizes, porque quando o caminho é áspero, a perseverança de vocês tem uma oportunidade de crescer. Portanto, deixem-na crescer, e não procurem desviar-se dos seus problemas. Porque quando a perseverança de vocês estiver afinal plenamente crescida, vocês estarão preparados para qualquer coisa, e serão fortes de caráter, íntegros e perfeitos”. (Tg 1.2,4)

Vencer na crise

Se você crê na promessa de Deus, isto é uma realidade no nível espiritual. Então se alegre na certeza da realidade espiritual. 

Agradeça a Deus por seu milagre. Aplique fé. Se para você a vitória já é uma realidade no mundo espiritual, não há motivo para carinha triste. 

É hora de louvar com muita alegria ao Senhor.

A fé é um fundamento muito firme daquilo que nem existe ainda. Mas você tem um fundamento tão sólido que já está se alegrando em Deus pela certeza da sua vitória. (Hb 11)

Você foi abençoado com esta palavra? Ajude-me a expandir o alcance deste trabalho. Sua oferta é muito importante. Saiba como contribuir AQUI.


Conheça os meus livros AQUI